sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Rocha serena

Vi pedras noutros lugares, noutros horizontes, noutros seres. Não estou só.
Não sou rocha. Apenas pedra. Uma pedra que, sozinha, olha a vida passar. A rocha é altiva e serena, perene. Eu, como pedra, vou andando, pontapeada por quem passa.
Mas aguardo. Um canto onde descansarei. Poderei então serenar.

7 comentários:

Rosa Oliveira disse...

Quem é pontapeado por quem passa, nunca pontapeia?
Quem passa, só pontapeia, quem se deixa pontapear, ou não?

PedrasTuas disse...

Vamos-nos pontapeando. Talvez.
As minhas pedras são as soltas, as que facilmente se soltam e trpeçam nos "sapatos" de alguns mais distraídos"
Obrigada pela visita.
Isto não anda, mas ordens médicas recomendam.

Rosa Oliveira disse...

Então, escreve, se te apetece, ok!?
Mais logo, voltarei.

Rosa Oliveira disse...

A imagem está fixe. Deixa ficar.

PedrasTuas disse...

Está enorme! Não sei como diminuir!

Rosa Oliveira disse...

Pedras, isso também não sei. Aliás, já tentei por no meu e nunca consigo diminuir.
Quando te cansares mudas.
Se quiseres, podes postar e alteras a data. se puseres, por exemplo 13 de stembro de 2010, o post com a imagem vai sempre ficar o primeiro, mesmo k faças outros.

PedrasTuas disse...

Ok! Isto é complicado... Mas são ordens superiores. Deverá fazer bem à alma...