quinta-feira, 25 de junho de 2009

Era tão urgente...

Hoje, já não é urgente inventar o Amor...

Esse vive no seu próprio tempo...ao seu ritmo!


Hoje só recordei algo que li.


Quem não luta pelo que quer, não merece o que deseja.


Eu desejo voltar. Quero largar o musgo noutras outras pedras. A saltar outra vez oceanos. A procurar felicidades. Sim, plural. Tem de ser. Vai ser.

Lutarei para que sim.

Moverei as outras pedras que se foram acumularam comigo e formaram quase um ser único comigo, que me foram tornando pedra subterranênea, quase arqueologicamente longínqua e distante...muito distante...de tudo de todos.

9 comentários:

Rosa Oliveira disse...

Já era tempo!
Bem-vinda!
Beijo

PedrasTuas disse...

Obrigada. Eu estou na biblioteca, farta dos putos...e a percorrer antigos amigos.
Beijo grande
Gosto do teu novo Blog, mas está muito longe dos meus poucos neurónios,dos poucos que restaram deste intenso ano nuna escola que tem a pretensão de se intitular uma escola de ponta...sofre de todos os males que todas as outras...e outros endémicos...
Quando abandonas a ilha?
Queria ainda me despedir de ti. Fisicamente. No fim de semana que aí estive, só dormi...

Fica bem. Beijo grande.

Rosa Oliveira disse...

Esquece a escola.
Escreve!
Volto mais tarde. Os neurónios renovam-se, deixa-te de queixinhas... escreve, sim! Aqui, nos meus blogues, onde quiseres.
beijos

P.S. Só vou para o próximo m~es. temos tempo.

PedrasTuas disse...

Espero que sim. Talvez num dos primeiros fins de semana de Julho apareça por aí.
Até lá.
Para escrever tenho de voltar a ler e navegar pelos teus e outros blogs...

Vou ter tempo depois. Quando queres vir até aqui ao calhau grande?

manuel marques disse...

Todos juntos somos como as pedras numa abóbada, resistem e ajudam-se simultaneamente .


Bem-vinda.

Rosa Oliveira disse...

Não dá para ir ao calhau grande.

PedrasTuas disse...

Não dá mesmo?
E ainda estarás por aí até meados de Julho?

Beijo. Vou passear pelos teus novos rumos...

PedrasTuas disse...

Caro Manuel Marques...

Eis que de repente me senti uma catedral. Obrigada! Estava a precisar.

Beijo e obrigada pelo seu regresso a este lugar ainda um pouco escorregadio (do Musgo).
Ontem através dos seus blogs escolhidos já encontrei alguns interessantes...Novamente obrigada.

Rosa Oliveira disse...

Meados... sim!, Estarei.